Cod. SIMP015 - RESUMO


Título: Estilística discursivo-textual e suas análises

Coordenadores/Instituições:
MAGALÍ SPARANO (UNICSUL)
ANA ELVIRA LUCIANO GEBARA (UNICSUL / DIREITO GV)

Resumo: Nas últimas décadas do século XX, estendendo-se às primeiras do século XXI, a Estilística, como disciplina e área de pesquisa, tem buscado redefinir suas bases teóricas e as metodologias delas derivadas incorporando, em seu quadro de categorias, os elementos textuais e discursivos. Um exemplo disso, no Brasil, é a introdução, promovida por Martins (2008), da enunciação nos quadros de divisões mais tradicionalmente conhecidas como pertencentes à estilística, a saber: do som, da palavra, da frase. As novas perspectivas relacionadas à enunciação e ao enunciado permitiram reconsiderar a Estilística da Língua (de Bally, Mattoso entre outros); trazendo para essa disciplina que se ocupa do estilo, os conceitos imbricados de texto e interação. Esse deslocamento exigiu que tempo, espaço, ao lado de aspectos situacionais imediatos e mediatos fossem considerados nas análises. Não se tratando somente de ampliar o rol de objetos de estudo, o que se propõe é buscar identificar, para cada um dos objetos considerados para a análise, como, neles e em suas relações com o entorno, ocorre a escolha, operação constituinte do estilo, levando em conta as coerções envolvidas nesse ato: o gênero textual; o ethos do enunciador; a rede de gêneros e de funções postas ao falante/escritor; a situação de enunciação. Assim, neste simpósio, almejamos trazer para a discussão as análises estilísticas que compartilhem com o Grupo de Pesquisa “Estudos Estilísticos” (Mestrado em Linguística da Unicsul) da mesma preocupação com a identificação e aplicação de instrumentais de análise que considerem a escolha e a expressividade em textos dos mais variados gêneros.

Palavras-chave: Estilística discursivo-textual; Análise estilística; Escolha; Expressividade