Cod. MES013 - RESUMO


Título: O VERBO NA TRADIÇÃO GRAMATICAL BRASILEIRA

Autor/Instituição:

LEONOR LOPES FÁVERO (USP – PUCSP)

Resumo: Partindo de Dionísio a quem se deve a conceituação clássica de verbo (“parte da oração sem caso, suscetível de expressar tempos, pessoas, números, ações ou paixões”), passando por Prisciano, Donato, Sánchez e Port-Royal, o trabalho chega ao século XIX no Brasil, lembrando que o verbo é um dos elementos mais complexos na constituição de uma língua e muitas têm sido as perspectivas e contradições encontradas entre aqueles que se dedicam ao seu estudo. São examinadas obras produzidas sob a influência da gramática geral e filosófica, no momento em que o país buscava sua identidade, como as de Moraes Silva e Sotero dos Reis e obras produzidas sob a influência do comparativismo, com o país já nação constituída como as de Júlio Ribeiro e João Ribeiro, com o objetivo de identificar, nessas obras, as ideias predominantes, as influências que sofreram e as mudanças por que passaram ao longo do século. Escrever uma história consiste em homogeneizar o diverso, procurara a unidade na diversidade (Auroux,1989), lembrando sempre que o olhar do pesquisador é o de hoje no objeto passado e, nesse sentido, é preciso ficar atento, buscando compreender aquele passado para avaliar como, nesse caso, os estudiosos da Língua Portuguesa representaram (Chartier, 1990) a classe gramatical “verbo”. Ao final podemos dizer que as obras publicadas antes da de Júlio Ribeiro foram marcadas exclusivamente pelos pressupostos da gramática geral e filosófica. Já as que as sucederam, apesar de apresentarem mudanças na exposição do conceito, em algum momento mostraram seu apego, ainda, àquela gramática. Como dizem Fávero e Molina (2004,p.195)”como fruto do conhecimento humano, o saber não é estanque e facilmente delimitado, ou seja, as transformações nessa área não ocorrem abruptamente, mas há momentos de transição. O século XIX foi, tanto o de surgimento de nossa produção gramatical, quanto o de mudanças (…)”.

 Palavras-chave: História das ideias linguísticas; Ideias gramaticais no Brasil; Verbo.