Cod. MES010 - RESUMO


Título: PARA QUE FALAMOS DE LUSOFONIA?

Autores/Instituições:

REGINA PIRES DE BRITO (UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE – UPM)

Resumo: Tendo como cenário a dimensão plural e a complexidade do chamado “espaço da lusofonia”, propomos uma reflexão acerca de concepções de política linguística em países em que o português é língua oficial, procurando focalizar o tópico “internacionalização” da língua, questão de ordem em discursos oficiais. Um dos argumentos é a integração desse espaço para a mistura das pessoas, como lembra o escritor angolano Ondjaki. No entanto, é necessário considerar os inúmeros desafios e dificuldades na formulação e implementação de políticas objetivas, adequadas a cada contexto e eficazes para todos. Como parte disso, deve-se buscar o (re)conhecimento e a legitimação das variedades linguísticas nacionais, valorizando a unidade na variedade. É nesse sentido que pensamos numa agenda positiva para a lusofonia, num mundo que se quer globalizado (e internacionalizado) e assinalado pelos inter e multi culturalismos. Nessa perspectiva, ao considerar as experiências, os valores, as culturas e as realidades particulares de cada comunidade, procuramos mostrar como “uma” lusofonia viável aquela marcada por atitudes pluricêntricas e desvinculadas de sentimentos anacrônicos ou de representações preconceituosas.

Palavras-chave: Estudos Culturais; Estudos Lusófonos; Política Linguística; Variedades do Português.